Era Tecnológica


ERA TECNOLÓGICA

Embora a sociedade dos Guardians fosse, de várias maneiras, um modelo do equilíbrio social, os Guardians não estavam imunes a uma questão perigosa: superpopulação. Conforme a civilização crescia e a quantidade de terra e recursos disponíveis diminuía, os Guardians voltaram sua atenção para a colonização interplanetária.

Nesse ponto, os Guardians haviam desenvolvido uma forma rudimentar de viagem espacial, mas conforme as pressões da superpopulação se agravavam, a taxa de progresso tecnológico acelerou e as naves espaciais imperfeitas dos Guardians foram substituídas por naves estelares rápidas e poderosas.

Nos séculos seguintes, a civilização dos Guardians expandiu- se rapidamente, chegando a ocupar uma região igual à que é habitada pela humanidade dos dias atuais. A próxima grande descoberta dos Guardians foi a criação de um sistema de comunicação interestelar, conhecido como rede de monólitos.

Além de funcionar como arquivo cultural completo, a rede permitia que aqueles conectados a ela compartilhassem livre e instantaneamente conhecimentos e ideias. Mas a conexão à rede dependia do uso de implantes neurais, e alguns dos Guardians não ficavam à vontade com essa fusão do biológico com o não biológico.

Anterior Historia Antiga
Próximo Guerra com os Thargoids
error: Desabilitado