Fisiologia


FISIOLOGIA

Os Guardians eram uma raça bípede e um Guardian típico era mais alto e mais magro do que um humano médio. Tinham olhos pequenos e redondos, um nariz vestigial e quatro dedos em cada mão.

Sua visão era superior à dos humanos, enquanto seu olfato era pior. Seus sentidos de audição e toque eram geralmente equivalentes aos nossos.

Os Guardians tinham uma pele rosa-avermelhada, mas havia variação entre os grupos étnicos, com tons que variavam de rosa-claro a bordô. Também tinham escarpas ósseas na parte externa dos antebraços, que eram usadas como armas no início de sua história, quando ainda eram caçadores semi primitivos.

As necessidades ambientais dos Guardians eram, em geral, semelhantes às dos humanos. Seu mundo natal era mais quente e tinha gravidade mais baixa do que a maioria dos mundos semelhantes à Terra e, quando começaram a colonizar outros planetas, costumavam favorecer mundos que tinham essas características.

Os Guardians tinham dois gêneros e se reproduziam sexuadamente. A procriação era questão de escolha pessoal, mas cada indivíduo era obrigado a ter filhos ao menos uma vez na vida para garantir a continuidade de sua linha genética.

O período médio de gestação era de cerca de 300 dias, e as crianças eram efetivamente indefesas por um período após o nascimento, assim como bebês humanos. As crianças eram criadas em creches comunitárias, e não por seus pais, de acordo com as filosofias colaborativas que embasavam a sociedade dos Guardians.

Anterior Era Final
Próximo Sociedade
error: Desabilitado