Raxxla


RAXXLA

“Para a joia que queima na fronte da mãe das galáxias! Para aquele que sussurra no espaço das bruxas, a sereia do vazio profundo! O luto dos pais, o lamento dos amantes e o desejo de nossos corações vagabundos. Para Raxxla!”

– Suposto brinde da Dark Wheel

A lenda de Raxxla circula, sussurrada, há séculos. A busca por esse local misterioso, cuja posição é um segredo mortal, seria o principal objetivo da Dark Wheel, uma suposta fraternidade de caçadores lendários dos primeiros dias das viagens interestelares.

A menção mais antiga registrada a Raxxla data de 2296, no diário de Art Tornqvist, um mecânico de bordo baseado no sistema Tau Ceti. Ele escreveu: “Cora chega em casa trêbada e contando histórias doidas, uma nova a cada noite. Ela disse que achou um mapa de um tesouro pirata, e eu só preciso emprestar minha nave a ela para irmos lá desenterrar. Talvez a gente devesse aproveitar e ir procurar Raxxla!”. Embora o registro de Tornqvist seja a primeira prova conhecida de Raxxla, o contexto deixa claro que o mito já estava circulando.

É extremamente difícil encontrar consistência entre os vários boatos fragmentados sobre Raxxla. Como os mitos ancestrais de Atlântida, El Dorado e o reino do Preste João, as interpretações da história variam do ceticismo à fantasia: Já se sugeriu que Raxxla seria de tudo, desde uma lua sem atrativos até um estado de iluminação cósmica. Porém, as histórias mais antigas documentadas tendem a concordar em vários pontos: de que Raxxla é um lugar definido e que contém um segredo místico.

Várias versões da história de Raxxla mencionam um artefato alienígena, a Fenda de Onfalo, descrita como uma passagem ou túnel que dá acesso a universos paralelos. Porém, mais tarde descobriu-se que esses detalhes tinham grande semelhança com a história infantil “Princesa Astrophel e as Estrelas Espiralantes”, e eles logo perderam a credibilidade. Sem se abater, alguns caçadores de Raxxla insistiam que o autor da história havia escondido, com sagacidade, fatos sobre o local misterioso em seu livro como pistas para aqueles dispostos a vê-las.

Os estudantes de Raxxla observaram que a lenda exerce um fascínio estranhamente potente nas mentes dos caçadores. Os comentários comparam essa sensação a “fernweh”, a saudade incompreensível de um lugar onde nunca se esteve. Mais de um caçador de tesouros interestelares tornou-se obcecado por Raxxla a ponto de excluir todos os outros sonhos e passou sua vida inteira em uma busca infrutífera.

Raxxla também faz parte de várias teorias da conspiração, a maioria afirmando que já foi descoberto por algum tipo de cabala sinistra (ou tirano individual), que utilizou o seu poder para estabelecer um domínio secreto sobre a humanidade.

Seja qual for a verdade, um fato permanece irrefutável: a lenda de Raxxla continua a inspirar exploradores e teóricos da conspiração até hoje.


Fonte: Elite Dangerous (Codex)


error: Desabilitado