Naves Espaciais


NAVES ESPACIAIS

Em termos de estrutura e função, as naves Thargoid são radicalmente diferentes de todas já produzidas pela humanidade e são capazes de navegar o hiperespaço de formas que não são totalmente compreendidas. Também são ao menos parcialmente orgânicas, o que significa que podem se autorreparar – ou curar – com o tempo.

Provou-se que a função das naves em geral e, particularmente, a capacidade de restauração, depende do chamado coração Thargoid – um órgão biomecânico encontrado em quantidades variáveis em naves Thargoid diferentes. Esses corações costumam sobreviver à destruição da nave, permitindo que sejam recuperados, embora também possam ser alvejados e danificados com armas adequadas. Porém, eles são altamente corrosivos e exigem recipientes especiais para transporte seguro.

As naves Thargoid que sofrem danos em combate exibem padrões semelhantes a cicatrizes.
Considerando que a tecnologia Thargoid é sofisticada a ponto de reparar esses danos, presume-se que os Thargoids escolhem deliberadamente por preservar as cicatrizes.

Os registros da INRA documentam um encontro com uma nave-mãe Thargoid, várias vezes maior do que qualquer outra nave Thargoid, contra a qual o vírus micoide foi usado com sucesso, embora nenhuma nave semelhante tenha sido registrada recentemente.


Fonte: Elite Dangerous (Codex)


Anterior Vulnerabilidades
Próximo Estruturas
error: Desabilitado